REVISTA H2O – BIOCIDAS

Exterminadores amigáveis

Com tendência de crescimento, alavancada até pelo crescente investimento em tratamento de efluentes, os biocidas enfrentam o desafio de apresentar eficiência com menor risco ao ambiente, com custos mais competitivos.

“O mercado está sempre à procura de novos produtos e processos, novas tecnologias e produtos ecologicamente corretos no que concerne a tratamento de águas em geral.

O futuro é a busca da biossustentabilidade e o uso e reclico de águas servidas.

Para tanto, será necessária a conscientização dos usuários e consumidores finais em economizar e procurar tecnologia adequada a suas necessidades. Podemos afirmar que economia, produtos ecologicamente corretos e novas tecnologias são o futuro para o segmento de tratamento de águas, independentemente de potabilização, tratamento de resíduos líquidos e sistemas industriais”, acrescenta, por sua vez, Mauro Majerowicz, diretor comercial da Polyorganic Tecnologia.

Ele ainda revela que tem sido constatado um grande interesse das empresas e órgãos públicos em procurar novas soluções, “como por exemplo o segmento de produtos detergentes com baixos ou nenhum teor de fosfato em suas formulações com a finalidade principal de minimizar a eutrofização de rios, lagos e cursos de águas em geral.

Só para citar, a Polyorganic vem desenvolvendo há três anos junto a esse mercado um produto com selo verde europeu e total isenção de fósforo para o segmento de detergentes em pó, que na maioria dos casos é descartado sem tratamento prévio e com alto conteúdo de derivados de fósforo, inclusive nas maiores cidades do País. Trata-se do Nabion 15, produto de tecnologia francesa e disponível em nossos estoques no Brasil”.

Polyorganic

A Polyorganic Tecnologia está no mercado há 15 anos, tendo uma linha completa de produtos biocidas, algicidas e fungicidas e vasta gama de produtos utilizados em tratamento de água industrial, como:

  • Aminas quaternárias;
  • Izotiazolonas e suas mesclas;
  • Carbamatos;
  • Glutaraldeído;
  • Benzoisotiazolonas;
  • Percarbonato de sódio;
  • THPS 75% (sulfato de tetrakishidroximetil fosfônico – produto ecologicamente correto e biodegradável.

“Nossos produtos podem ser utilizados em sistemas de tratamento de água de torres, caldeiras e efluentes e como trabalhamos com princípios ativos básicos temos como foco principal as empresas formuladoras e de assistência técnica espalhadas por todo o País”, diz Majerowicz.

Reader Interactions