Ativos Biocidas Desinfetantes e Conservantes

Ativos Biocidas Desinfetantes e Conservantes

A palavra biocida é um termo para substâncias ativas que exterminam, neutralizam, previnem ou impedem a ação de microrganismos vivos indesejados, como fungos e bactérias. Este conceito é aplicado em desinfetantes, esterilizantes químicos, antissépticos e conservantes.

Os biocidas são muito utilizados para agentes de inibição de microrganismos patogênicos em geral.

Biocidas de Conservação (a base de isotiazolinonas):

Os conservantes possuem ação biocida na embalagem de seu produto, por exemplo, de detergentes, limpadores, ceras, amaciantes, Shampoos, Cremes, entre outros, fazendo com que o produto se conserve e aumentem o “shelf life” (tempo de prateleira ou tempo de vida útil), sem alterar suas características físico-químicas e desempenho de aplicação. Temos alguns biocidas para estas aplicações:

Biocidas de Desinfecção:

Além da ação biocida na conservação dos produtos, os biocidas de desinfecção possuem ação também nos microrganismos indesejados presentes na superfície aplicada.

Por isto quando aplicamos um desinfetante, ele terá uma ação de proliferação e/ou eliminação dos microrganismos na área de contato, normalmente sua ação é focada para salmonella e estafilococos para uso geral.

Desinfetantes de uso geral:

Exigem que tenha uma ação biocida nos microorganismos, normalmente salmonella e estafilococos.

Existem 3 tipos de classificações: Não crítico, semi-crítico e crítico.

Não crítico é referente ao uso geral, efetivo contra salmonella e estafilococos.

Quando falamos de ação hospitalar semi-crítico, é necessário que o produto tenha ação biocida contra salmonella, estafilococos e pseudomonas.

E também existem os biocidas para aplicação em alimentos, que são efetivos contra salmonella, estafilococos, pseudomonas e escherichia coli.

Hospitalar:

No hospital as áreas são separadas em 3 categorias:

Não críticos: Utilizados na recepção.

Semi-crítico: Utilizados nos corredores, salas de pré-operação e superfícies gerais.

Crítico: Utilizados em instrumentais, com ação sobre uma gama de microorganismos muito maior.

Existem diversos recursos adicionais para a desinfecção hospitalar crítica como peróxido de hidrogênio, equipamentos próprios para desinfeção como radiação de calor, entre outros.

Fórmulas:

Disponibilizamos fórmulas de produtos químicos especializadas em biocidas. Confira nosssas fórmulas aqui.

Para desinfetantes a ANVISA possui normas reguladoras sobre a eficácia e dosagens que devem ser comprovadas com metodologias padronizadas e realizados em laboratórios homologados (reblas).

A Polyorganic possui uma linha de biocidas ativos para desinfecção para uso geral, alimentício e hospitalar (Não critico e semicrítico):

Acesse nossa página de biocidas, consulte nosso chat e nosso departamento técnico.

Reader Interactions

Trackbacks