Nova Tecnologia Molecular para Amaciantes

Nova Tecnologia Molecular para Amaciantes

O amaciante para roupas que conhecemos surgiu por meados de 1950.

Naquela época, após a lavagem da roupa, existia uma sensação dos tecidos ficarem duros e ásperos. Por isso foi criado um produto que resolvesse o problema: o Amaciante. Sua chegada ao Brasil no ano de 1975 transformou o hábito de lavagem do público, já que as características do produto deixavam as roupas macias e perfumadas.

Décadas depois, continuamos a melhorar o desenvolvimento e a qualidade da tecnologia e do fornecimento da molécula para a indústria têxtil, com foco na eficiência e aprimoramento dos recursos para o mercado.

Amaciantes convencionais na fibra têxtil

A fibra têxtil é um material com filamentos modificados em fios através do processo de fiação, podendo ser químico e físico. A fibra compreende-se como elemento de origem química ou natural formado por macromoléculas lineares que demonstram proporção em suas medidas como comprimento e diâmetro, onde suas características de flexibilidade, suavidade e conforto ao uso, tornem o elemento apto às aplicações têxteis.

No início as indústrias de amaciante utilizavam o cloreto de di-alquil dimetil amônio como surfactante catiônico. O mesmo era desenvolvido por ácidos graxos derivados do sebo hidrogenado. Porém o sebo impregnado na fibra com o passar do tempo causa amarelamento, danificando o tecido ou a roupa.

Com o avanço da tecnologia e o crescimento de um sistema globalizado, existiu a necessidade de se pensar em um mundo sustentável, buscando matérias-primas ou ingredientes ativos biodegradáveis e ecologicamente corretos.

Nova Tecnologia Polysoft Teq-90

Polysoft TEQ 90 é um quartenário de dialquil ester a base de óleo vegetal que proporciona vantagens ecológicas ao produto, frente aos quartenários à base de sebo.

Propriedades Físico-Químicas:

Aspecto á 25 °C:  Pasta

Aspecto á 45 °C:  Líquido levemente amarelado

pH (sol. 5% em água):  2,5 – 3,5

Teor de Ativos (%):  Aprox. 90,0

Característica iônica: Catiônica

Fórmula Estrutural:

Dialquil Ester amônio metil sulfato
Dialquil Ester amônio metil sulfato

Recomendado como ativo em formulações de amaciante têxtil para aplicação doméstica e lavanderias industriais.

Possui características catiônicas interagindo com as superfícies carregadas das fibras têxteis que compõem a maioria dos tecidos, aderindo nas fibras dos tecidos repelindo-as umas das outras por meio de um diferencial de carga, proporcionando uma sensação final de maciez e aumentado o tempo de vida útil dos tecidos naturais e sintéticos.

O Polysoft Teq-90 está sendo utilizado nos Estados Unidos e Europa, é superior ao cloreto de dialquil dimetil amônio, já que sua estrutura química ligada a ésteres favorecem a cinética de biodegradação, tornando a molécula ineficaz a impactos ambientais.

Podemos salientar o poder e eficácia do Polysoft Teq-90, já que o poder de amaciamento está diretamente relacionado com o teor de ativos.

Vantagens:  

  • Proporciona maior poder de maciez (Toque)
  • Mais nova tecnologia do mercado, utilizado na Europa e EUA
  • Eficaz em pequena concentração
  • Custo X Beneficio
  • Não amarela as roupas e tecidos
  • Biodegradável e Ecologicamente correto

Aplicações:

  • Amaciantes Domésticos
  • Amaciantes Institucionais
  • Lavanderia Industrial
  • Formuladores de base para amaciante
  • Industria Têxtil

Solicite sua Cotação

Respondemos em até 24h.


Reader Interactions