Como Funcionam os Aditivos Para Radiadores?

Aditivos-Para-Radiadores

Atualmente o Brasil tem um carro para cada 4,4 habitantes, o que significa 45,4 milhões de veículos deste tipo em nosso país.

Os radiadores de utilitários pequenos possuem capacidade entre 5,0 e 6,0 litros, em uma conta rápida, com uma dosagem de 40/60 – aditivo/água, seriam 2,0 a 2,4 litros de aditivo por veiculo, ou seja, um consumo de no mínimo 90,8 milhões de litros deste produto por ano (recomenda-se a troca do produto a cada 30 mil Km ou 12 meses).

Para que servem aditivos para radiadores?

Os aditivos para radiadores tem duas finalidades.

A primeira é garantir que o fluido do radiador esteja em condições de resfriar o sistema. Por isso também podemos chamá-lo de fluido de arrefecimento, pois aumenta o ponto de ebulição do fluido e impede que ele evapore facilmente, e também diminui o ponto de congelamento, garantindo assim, que o mesmo permaneça em estado líquido.

A segunda função do produto é a de antioxidante, este aditivo impede a oxidação do bloco do motor e outras peças importantes do automóvel.

Como formular?

Deve-se formular o produto à base de MonoetilenoGlicol (MEG), pois este solvente orgânico altera as propriedades da água.

Como sabemos, a água atinge sua temperatura de congelamento e ebulição a 0°C e 100°C, respectivamente, e com o auxílio do aditivo essas temperaturas passam para -33°C (congelamento) e 163°C (ebulição), melhorando a eficácia do sistema.

Outro item imprescindível é a utilização de anticorrosivo, e neste caso, é recomendado o uso dos triazóis. Em nosso portifólio possuímos dois antioxidantes recomendados para formular aditivo de radiadores e outros fluidos de arrefecimento: POLY BZT 100 – 1,2,3 Benzotriazol e Poly TLZ 100 – Toliltriazol, que apresentam vantagens tais como:

  • Efetivos em baixíssimas dosagens;
  • Inibidor de corrosão para Cobre e ligas de Cobres;
  • Previne a corrosão do Aço, Ferro fundido (bloco do motor), Niquel e Cádmo;
  • Pode ser combinado com outros inibidores de corrosão.

Também é importantíssimo a utilização de um complexante de íons metálicos, e neste caso indicamos a utilização de nosso produto POLYDISPERSE HEDP NA2, poderoso sequestrante dos íons de Fe, Ca e Mg. Uma pequena dosagem deste item ajudará a tornar a ferrugem em um complexo solúvel ajudando assim, em toda limpeza do sistema.

Os produtos devem atender a Norma  ABNT NBR 13705:2011 que “especifica os requisitos e os métodos de ensaio para determinação das características dos aditivos concentrados dos tipos monoetilenoglicol e monopropilenoglicol, tipos A e B, destinados à preparação da solução refrigerante, que por sua vez deve promover o arrefecimento do motor endotérmico e conferir proteção adequada contra o congelamento, fervura, cavitação e corrosão”- Objetivo da Norma ABNT 13705:2011.

Possuímos formulações sugestivas e um departamento técnico especializado para auxiliar as suas necessidades. Entre em contato conosco.

Solicite sua Cotação

Respondemos em até 24h.


Reader Interactions